09/12/2008

Começou a caça ao voto

A pretexto da época natalícia, a câmara municipal e o seu presidente promoveram dia 6 de Dezembro um almoço convívio para pessoas com mais de 60 anos.
E porquê com mais de 60 anos?
E não menos?
Será que estes não pagam impostos, e taxas, e uma das águas mais caras do país e taxa de disponibilidade que substituiu o aluguer do contador.
Porque será que só interessam as pessoas com mais de 60 anos?
No início da década de 60 do século passado, em pleno regime fascista, realizavam-se um arremedo de eleições para as juntas de freguesia. Só os caciques locais podiam ser candidatos e eleitos à boa maneira do regime. Mas, como era preciso manter as populações caladas, contentes não direi, os "candidatos" mandavam distribuir copos de vinho, pelas ruas, aos homens que eram os únicos que podiam votar. Eram o cabeça de casal.
Já passaram mais de 50 anos, mas os processos parecem ser semelhantes. Aumentou o "preço". Agora é um almoço.
Que estranho conceito de democracia.
Podem afirmar que o evento se realiza todos os anos, mas quem o paga somos nós todos, incluindo os que vão almoçar. São os impostos que nós pagamos.
E custa uma bela quantia: no mínimo 30 000 euros, ou seja 6 000 contos, se cada almoço custar 10 euros.
É lamentável que as dificuldades e a simplicidade das pessoas sirvam para as arregimentar para projectos que só os próprios dizem servir a todos. Por isso é que só convidam os que têm mais de 60 anos.

2 comentários:

Anónimo disse...

o ideal seria mandar a notícia para a sic ou a tvi. Eles adoram estas coisas. Já agora apresentar o historial: viagens a fátima pagas pela junta ps e empréstimo do parque da cidade a amigos para se casarem.

As tvs adoram estas coisas. Lembram-se do valentim e os electrodomesticos?

maria toina disse...

A Maria Toina chegou a Castelo Branco e fez um blog: http://mariatoina.blogspot.com/