12/03/2009

A caça ao voto acelerou

Hoje, dia 12, à hora do almoço fiquei surpreendido com o elevado número de fatos e vestidos caros que estavam a entrar num hotel da cidade. Procurei saber o que se passava e qual não é o meu "espanto" tratava-se nem mais nem menos do almoço que comemorava a inauguração de um Call Center, o chamado Centro Nacional de Atendimento da Segurança Social, que está a funcionar há cerca de três meses.
O que se diz quando quando se inaugura uma obra que já está a funcionar? Há aqui qualquer coisa de obsceno, quando se anda a gastar dinheiro em tempo de crise quando o desemprego aumenta diariamente e já há muitos portugueses a passar fome. Quem pagou o almoço? Terão sido os contribuintes como é hábito?
Claro que a inauguração meteu ministro. Quem havia de ser? Segurança Social indica ministro do "Código do Trabalho", o ministro da precariedade, o ministro das reformas a 54% ou a 45%. Mas o sr. Morão também lá estava e continua a dar cobertura a uma política que todos os dias piora as condições de vida dos portugueses trabalhadores.
Ao comentar este evento, um amigo referiu que no capítulo de inaugurações, os mesmos se preparam para inaugurar as traseiras do edifício da ASAE. Já inauguraram a parte da frente e agora seguem-se as traseiras. Espero que esta informação não seja verdadeira. A sê-lo, atingimos o grau zero da demagogia.

1 comentário:

viriato disse...

Os almoços e os jantares?
O mal está em sermos nós a pagar.
O mal também está, em o sr. Morão pensar que a Câmara é dele.Não é..
E ele,quando assim anda a gastar o cacau devia lembrar-se das taxas exageradas dos recibos da água e do imposto sobre os imóveis(IMI/IMT),que anda injustamente a cobrar.Também dos gastos em empregos que arranja para os parentes dos amigos.Uma vergonha.
Viriato